A força das águas

Depois de dez dias longe de Campos Altos, estado de Minas Gerais, onde tenho o prazer de viver, peguei novamente a rodovia federal 262, sentido Corumbá a partir de Belo Horizonte. A estação chuvosa chegou às Alterosas com o vigor dos tempos de menino, em que me entediava à janela de casa torcendo para que o toró desse uma trégua para as brincadeiras ao ar livre. Nos últimos anos, entretanto, os desequilíbrios ambientais decorrentes do padrão de consumo capitalista chegaram ao ponto de tornar recorrentes as tragédias climáticas. Sejam as secas prolongadas no Rio Grande do Sul, sejam os tornados em Santa Catarina, ou as inundações de São Paulo e Rio de Janeiro. Este ano foi a vez de muita chuva em Minas. Chove-se muito, é verdade, mas não mais do que já choveu um dia. A irresponsabilidade do homem no trato da natureza exacerba as consequências negativas dos fenômenos naturais. Desmata-se onde não se deve, retira-se a proteção natural de solos frágeis, aumenta-se o risco de deslizamento e erosão, que tanto prejudicam as populações e o setor agrícola. Por isso, uma diminuição das áreas de conservação de cobertura vegetal nativa nesses locais abre caminho à eliminação das proteções naturais aos desastres por que passa o sudeste do País. O que já está ruim, piorará se os topos de morros, as matas ciliares e as florestas de encostas íngremes não forem preservadas, como propõe o projeto do novo Código Florestal brasileiro. A chuva nunca foi inimiga da nossa gente. Os rios caudalosos fazem parte de nossa paisagem. Só quem vê, como hoje eu vi, a magnitude atual do volume dos rios Pará, em Pitangui, e Lambari, em Araújos, percebe o quão bem faz a água por aqui.

O Rio São Francisco em Pompéu, Minas Gerais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: