32cm ou uma única proposta para o próximo ano

Por Carolina Padilha Fedatto*

Passar de lado por uma porta de 32cm. Essa era a lendária condição às refeições dos monges de Alcobaça. Simples: para entrar no refeitório, uma porta. 32cm. Engordou um pouco, enrosca. Engordou muito, não passa. E não come. Fatalista demais para a vida real, até a dos monges. Na verdade, essa porta fit não servia para nada mais além de medir a circunferência dos enclausurados, que deveriam vez por outra esgueirar-se por ela a fim de testar a necessidade de submeter-se a uma dieta. Votos da vida monástica. A passagem pelos 32cm não era uma obrigação, era um acordo. Foi justamente nisso que a anedota da porta estreita do refeitório me fez pensar: a vida é um trato. A convivência nos ensina o que devemos ou não fazer em determinadas situações. Nem sempre aprendemos, mas os acordos são feitos mesmo à revelia e de vez em quando precisamos rever velhos e novos compromissos, pensar se ainda se ajustam aos nossos desejos e como. Renunciar, dizer não, abster-se. Acho que as medidas, os limites, as impossibilidades são ótimos tratos de vida. Descobrir até onde não podemos ir. Porque não podemos tudo. Toda comida, todo dinheiro, toda beleza, todo poder. O tudo esvazia o sentido das coisas, as transforma em mercadorias e preenche apenas com objetos o lugar, que deveria estar em aberto, do desejo. E se desejos são sempre bem-vindos, o compromisso com a falta deveria ser estreitamente renovado.

A estreita porta do refeitório do mosteiro de Alcobaça, Portugal.

*Carolina Padilha Fedatto é doutora em linguística e escreve n’A rês pública todas as sextas-feiras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: