O Frevo de São Paulo

Por motivo de força maior, nenhuma polêmica ou assunto mais sério será tratado neste espaço de debate sobre a coisa pública, no fim deste 20 de janeiro de 2012. Tal força maior tem nome e sobrenome. Trata-se de um sanduíche de salame com queijo em pão ciabata, acompanhado de duas canecas de cerveja de um boteco muito charmoso de nome Frevo. Fica na rua Oscar Freire de São Paulo, capital paulista, e se mantém o mesmo desde 1956. Uma ilha de simplicidade e tradição, cercada de sofisticação por todos os lados. Ambiente claro, arejado e limpo. Funcionários vestidos à moda antiga com direito inclusive à gravata borboleta. Não deixa nada a desejar aos mais badalados cafés parisienses. E o melhor, preço justíssimo! Por isso, aos queridos leitores d’A rês pública o pedido de compaixão àqueles que, envoltos pela atmosfera típica de uma jornada de verão, foram tentados no deserto por esta cobra maldita, bela e muito gostosa. Até amanhã!

http://www.frevinho.com.br/historia.html

 

A logomarca do boteco "Frevo" de São Paulo/SP, em 2006.

Anúncios
Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: